A fita de cor púrpura representa a Doença de Alzheimer.

Manifesto mundial sobre a doença de alzheimer

Alzheimer

A Doença de Alzheimer (DA) é um tipo específico de demência, a qual é comumente conhecida pelo público leigo pelo termo esclerose, que é um distúrbio que acarreta a perda progressiva das funções intelectuais como, por exemplo, a memória, e também das funções físicas.

Em 1907, o médico alemão Dr. Alois Alzheimer descreveu esta desordem. As causas da DA estão relacionadas com certas mudanças nas terminações nervosas e células cerebrais que interferem nas funções cognitivas. Algumas teorias tentam estabelecer quais seriam essas causas: influência genética, vírus lento, proteínas anormais, desequilíbrio bioquímico, intoxicação por alumínio, perda na quantidade de sangue e oxigênio.

A DA apresenta sintomas que podem variar em cada pessoa. Afeta mais freqüentemente pessoas com cerca de 65 anos em diante, embora seja também encontrada em faixas etárias mais jovens. É uma doença progressiva, degenerativa. Ainda não há cura ou prevenção para a Doença de Alzheimer.

Sintoma inicial

Falta de memória.

Sintomas posteriores

Grande perda da memória – inclusive dificuldades para se vestir, comer, lembrar dos nomes de membros da família etc.

Sintoma inicial

Diminuição do tempo de atenção.

Sintomas posteriores

Perda total de julgamento e concentração.

Sintoma inicial

Problemas com matemática simples.

Sintomas posteriores

Incapacidade de completar tarefas caseiras rotineiras e perda da habilidade de se ocupar com a higiene pessoal.

Sintoma inicial

Diminuição do desejo de fazer coisas e conhecer pessoas.

Sintomas posteriores

Diferentes desordens, como reações a medicamentos, depressão, infecções bacterianas, problemas renais e desnutrição.

 

Sintomas iniciais

      • Falta de memória.
      • Diminuição do tempo de atenção.
      • Problemas com matemática simples.
      • Dificuldade de expressar pensamentos.
      • Humor inconstante, variável e imprevisível.
      • Diminuição do desejo de fazer coisas e conhecer pessoas.

Sintomas posteriores

      • Grande perda da memória- inclusive dificuldades para se vestir, comer, lembrar dos nomes de membros da família etc.
      • Mudança de humor e personalidade- explosões de ira, de insatisfação e desconfiança.
      • Perda total de julgamento e concentração.
      • Incapacidade de completar tarefas caseiras rotineiras e perda da habilidade de se ocupar com a higiene pessoal.
      • Diferentes desordens, como reações a medicamentos, depressão, infecções bacterianas, problemas renais e desnutrição.